terça-feira, 20 de novembro de 2018

DEPUTADO ROBERTO CARLOS É O AUTOR DO PROJETO DE LEI QUE PRETENDE COLOCAR NAS SALAS DE AULA UM SEGUNDO PROFESSOR CAPACITADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL, CASO HAJA ALUNOS COM NECESSIDADE


É de autoria do deputado Roberto Carlos (PDT), o Projeto de Lei que pretende tornar obrigatória a presença do segundo professor nas salas de aula do ensino básico regular das Escolas Públicas do Estado, que tiverem alunos com diagnóstico de deficiência associada a transtorno psiquiátrico, sérios comprometimentos motores, transtorno de deficit de atenção com hiperatividade – impulsividade, deficiência visual e deficiência auditiva.

Segundo o parlamentar, o objetivo da proposição é constituir uma proposta educacional que reconheça e garanta o direito de todos os alunos de compartilhar um mesmo espaço escolar, sem discriminações de qualquer natureza. “Devemos promover a igualdade, favorecendo a aprendizagem de todos os alunos, tendo em vista a necessidade de oferecer condições de aprendizado e possibilitar a inclusão das pessoas com deficiência no dia a dia da escola regular”, ressaltou o deputado Roberto Carlos.



O Projeto de Lei estabelece, ainda, que o segundo professor deve ser capacitado para Educação Especial, atuando em conjunto com o professor titular, a fim de atender aos alunos com deficiência, matriculados nas etapas e modalidade de educação básica.

“A inclusão de crianças com deficiência na rede regular de ensino pode ser um começo para outras transformações, que não se limitam apenas à esfera educacional, mas também de atitudes, já que possibilita a inserção dessas pessoas no meio social”, concluiu o deputado Roberto Carlos.

Ascom – DEP. Roberto Carlos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.