sábado, 3 de novembro de 2018

JAGUARARI: COM GRANDE APOIO POPULAR EVERTON ROCHA É RECONDUZIDO À PREFEITURA DE JAGUARARI


O prefeito eleito de Jaguarari, Everton Rocha foi reconduzido ao cargo na quinta-feira (01) após liminar do Tribunal de Justiça da Bahia – TJ-BA que em seu conteúdo trazia força de mandado judicial que determinava a recondução do prefeito ao seu cargo de forma imediata. Ele estava afastado desde o dia 04 de abril após a Câmara de Vereadores aceitar a denúncia e abrir uma Comissão Parlamentar Processante (CPP) contra o chefe do executivo municipal.

O retorno de Everton foi acompanhado por centenas de populares, que manifestaram apoio ao prefeito desde o inicio da caminhada em frente a sua casa até a chegada a porta da prefeitura, onde de mãos dadas fizeram orações e ouviram o pronunciamento do prefeito.


Em seu discurso o prefeito agradeceu a confiança e a paciência da grande parte da população que o elegeu e permaneceu ao seu lado desde o afastamento. “Hoje quero agradecer a Deus por nos dar força para enfrentar tudo isso. Gostaria de agradecer a cada um de vocês que sempre esteveram ao nosso lado, sempre com palavras de conforto, incentivo e acima de tudo confiança. Sabíamos a que verdade iria chegar e chegou! O TJ-BA anulou as três cassações e o afastamento de 180 dias porque entendeu que todas as decisões foram injustas e agora foram corrigidas pelo judiciário. Eu sempre acreditei que a justiça seria feita”, finalizou o prefeito.


Desde que foi afastado o prefeito Everton Rocha afirmou ter sofrido perseguição política por parte dos seus adversários, e que durante as CPP’s não foi garantido a ele o direito a ampla defesa e ao contraditório. Ainda segundo Everton as denuncias não tinham força jurídica, haja vista que os crimes apontados pela câmara de vereadores não haviam sido cometidos. Durante o período de afastamento enquanto aconteciam às brigas nos tribunais o município entrou em colapso em diversas áreas importantes como limpeza publica, saúde, educação e infraestrutura. Atrasos no pagamento de fornecedores e prestadores de serviço criaram uma grande instabilidade no município.

Em seu retorno Everton Rocha encontrou o município parado com a greve dos servidores que dura mais de 30 dias. Ao ser questionado qual seria sua primeira ação a frente do executivo municipal respondeu que iria sentar com o sindicato dos servidores municipais para juntos buscarem uma alternativa para o impasse do reajuste salarial da categoria e por fim a greve.

Minutoba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.