29 de janeiro de 2019

CAFÉ COM A PRIMME CONTABILIDADE: 6 COISAS QUE PODEM QUEBRAR SUA EMPRESA


O Brasil é considerado um dos países mais empreendedores do mundo. Porém, mesmo assim, muitas pessoas deixam de abrir um negócio por causa do medo de quebrar e perder o investimento. É que existe sim um risco maior entre investir em um negócio próprio ou deixar os recursos disponíveis em um tesouro direto, por exemplo. No entanto, sabemos que o retorno de ter um negócio, frequentemente, é maior do que um investimento mais seguro, caso contrário não valeria a pena correr um risco maior.

Um negócio é uma vida que se inicia e precisa de cuidados e dedicação para atingir o sucesso. A falência de empresas é algo comum para muitos, porém o causador nem sempre está no meio externo da entidade, pelo contrário, na maioria das vezes é algo interno, problemas como o de cunho organizacional, crenças, objetivos, são alguns dos causadores. Os números não são tão animadores quando é analisado a taxa de mortalidade das empresas em nosso país.

Diante disso, a Primme Contabilidade Gestão de negócios traz 6 razões que muitas empresas quebram:

1º Problemas no Fluxo de caixa: Percebemos muitos empresários tinham muito conhecimento na área do negócio, porém suas empresas acabam quebrando por falta de fluxo de caixa, que é o dinheiro necessário para manter a empresa e ver com que se tenha um ponto de equilíbrio para manter os custos e despesas do negócio.  Esse ponto acontece muito diante de um investimento na empresa sem os necessários cálculos.

2° Falta de enfrentamento das problemáticas do negócio: Sim, esse é um problema que percebemos em algumas empresas. O empreendedor deve resolver suas problemáticas sem deixar para depois.  É fundamental para criar eficiência nos processos, trazer a empresa novamente ao seu rumo, melhorar as negociações, optar por financiamentos e etc.

3° Falta de controle financeiro ou controle ineficiente: A falta de registros financeiros, faz com que o negócio seja guiado às cegas.  Imagina a empresa sem o mínimo registro do que acontece no financeiro da empresa. Não teriam dados para saber em que estado a empresa está. O não conhecimento dos custos e despesas é prejudicial para a empresa, assim como a falta de controle dos recebíveis.

4° Falta de capital de giro: Essa falta pode trazer consequências drásticas para a empresa, a ponto de dizer até que o aumento das vendas pode decretar a falência do negócio. O capital de giro é o valor que irá manter o giro do negócio. A empresa quando compra tem um período para pagamento. Já quando vende pode ter um período para recebimento. Esse ciclo operacional pode não estar saudável para o negócio e sem perceber essa problemática, o empresário pode querer aumentar as vendas, ou seja, financiar o cliente, isso deixa a empresa descoberta para o pagamento das obrigações.

5° Discordância de sócios:  Cabeças diferentes pensando diferente não costuma dar certo. Quando a empresa não possui um objetivo claro e definido, qualquer caminho serve, com isso os sócios normalmente irão querer que suas ideias prevaleçam, isso sem estarem voltado para um bem comum que é o negócio.

6° Falta de desejo em crescer: Quando você quer ficar no mesmo lugar, sem inovar, sem crescer há uma tendência em seus concorrentes te ultrapassarem e sua empresa perder clientes.

Nós da Primme Contabilidade & Gestão de Negócios podemos analisar seu caso.
Praça Juracy Magalhães, 290 – 1° andar (30m do Banco Bradesco) – Centro - Senhor do Bonfim/BA.
74 3541 0379
contatoprimmecontabilidade@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.