sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

SENHOR DO BONFIM REALIZARÁ PRIMEIRO LEVANTAMENTO RÁPIDO DO ÍNDICE DE INFESTAÇÃO POR AEDES AEGYPTI EM 2019


Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes Aegypti ajuda a direcionar os trabalhos do setor de Endemias.

Primeiro Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2019 começa na segunda-feira (11) e vai até 15 de fevereiro. O Levantamento, será executado por 10 agentes de combate a endemias (ACEs) na vistoria de 876 imóveis.

O LIRAa é uma metodologia que ajuda a mapear os locais com altos índices de infestação do mosquito aedes aegypti , e consequentemente, alerta sobre os possíveis pontos de surto das arboviroses. O Setor de Endemias realizará o levantamento quatro vezes este ano. Os dois primeiro de Janeiro a Junho no primeiro semestre e os últimos de Setembro a Novembro. No ultimo levantamento em outubro de 2018, o índice de infestação no município foi de 13,3%, alcançando uma queda referente ao realizado no primeiro semestre em Julho 2018 de 7%.


De acordo com o Coordenador do Controle de Endemias, Marlon Reis, é importante as pessoas receberem bem os agentes. “Precisamos da colaboração da população para termos um real diagnóstico da nossa situação”. No ano passado, não houve LIRAa em Fevereiro, por isto ressaltamos a importância de conhecer o índice neste período do ano, em que as temperaturas estão mais altas e apresentando pancadas de chuva em Senhor do Bonfim e Região.

Para a realização do LIRAa, o município é dividido em 02 estratos, cada um contendo media de 440 imóveis. Os 143 quarteirões são selecionados por programa de computador disponibilizados pelo Ministério da Saúde, o qual indica quantos e quais os quarteirões a serem trabalhados. Em cada quarteirão são pesquisados um a cada cinco imóveis. Os agentes visitam as casas selecionadas e realizam a busca por larvas, as quais são encaminhadas ao laboratório para identificação.


Locais com índices de infestação predial inferior a 1% não apresenta risco. Já aqueles com índice de infestação entre 1% e 3,9% são considerados em situação de alerta. Considera-se o risco de surto de dengue quando o índice de infestação é maior que 4% dos imóveis pesquisados. Com as informações do LIRAa, a própria população toma conhecimento da incidência do mosquito em seu bairro e pode tomar medidas para reforçar a prevenção das arboviroses.

Está entre as atribuições dos Agentes de Endemias, DESCOBRIR, TRATAR E ELIMINAR focos do Aedes Aegypti. Combater a proliferação é um dever de TODOS, Colabore e faça sua parte!

Ascom - AACE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.