sábado, 30 de março de 2019

POLÍTICAS PÚBLICAS E DIREITOS DA PESSOA IDOSA SÃO DISCUTIDOS EM CONFERÊNCIA MUNICIPAL, EM SENHOR DO BONFIM


Com uma bela apresentação de samba de roda, que emocionou a todos, cerca de 20 senhoras do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Alto da Maravilha abriram na quinta-feira, 28, no Salão Joaquim Muricy Sobrinho, da Câmara Municipal de Bonfim, a II Conferência Municipal da Pessoa Idosa, que tratou do tema “Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas”.

Num momento delicado no País, em meio a uma Reforma da Previdência excludente, que pode tirar direitos duramente conquistados daqueles que mais precisam e tanto trabalharam para construir a nossa Nação, o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI) e a Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), realizaram um evento democrático, que deu voz a diversos atores da sociedade civil ávidos em dialogar e propor avanços para a consolidação das politicas públicas e das conquistas voltadas ao envelhecimento com dignidade.


“Estamos aqui atentos às propostas para melhorar o atendimento às pessoas que chegam nesse momento áureo da vida, sempre buscando manter uma vida digna. E Bonfim sai na frente por meio com a Conferência Municipal, que visa identificar com mais profundidade as demandas e anseios dos nossos idosos”, pontuou o prefeito de Senhor do Bonfim, Carlos Brasileiro.


Ainda de acordo com Brasileiro, a Conferência se apresenta como um farol de esperança. “Neste momento temos que nos unir ainda mais. A atual conjuntura nos mostra uma realidade avassaladora na retirada de direitos. A reforma é feroz nas suas vertentes e visa tirar direitos consolidados. Temos que ficar atentos e não retroceder nem um centímetro”, declarou Brasileiro.


Proteção - O Conselho Municipal dos Direitos do Idoso de Senhor do Bonfim é um órgão deliberativo, consultivo e controlador das ações dirigidas à proteção e a defesa dos direitos do idoso, buscando assegurar direitos sociais, promovendo sua autonomia, integração e participação ativa na sociedade.

De acordo com a secretária de Assistência Social do município, Vera Magalhães, a família, a sociedade e o Estado têm que cumprir seus papéis sociais no que tange ao amparo à saúde, assistência social, educação, previdência, moradia, transporte, cultura, esporte, lazer e bem-estar da pessoa idosa.

“É preciso que tenhamos respeito com os nossos idosos, pois o Brasil está envelhecendo, e essas pessoas precisam ter a dignidade de viver. O que buscamos aqui hoje é avaliar as políticas públicas do nosso município, para levarmos argumentos pertinentes à conferência territorial e nacional. Partilhando as responsabilidades chegaremos onde queremos. No reconhecimento do valor do idoso para a sociedade e para as famílias”, enfatizou a secretária.

A aposentada, Maria Regina Gonçalves, de 60 anos, quer ver seus direitos respeitados. “Temos tão poucos direitos. O que peço a Deus é que essas garantias saiam do papel para que possamos ter tranquilidade e paz na velhice”, ponderou dona Maria.

Desde 2017, o Governo da Terra do Bom Começo vem implantando várias ações com palestras sobre como envelhecer com saúde, atividades físicas ao ar livre, trabalhos envolvendo dança, teatro, incentivando a participação ativa da melhor idade nos eventos festivos do Município.

Algumas propostas aprovadas durante a Conferência Municipal serão encaminhadas à 5ª Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, que se realizará nos dias 30 e 31 de julho de 2019, em Salvador, com a coordenação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, e pelo Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa.

Marcaram presença na cerimônia, o vice-prefeito, Zé Antônio, a presidente do Conselho do Idoso, Raimunda Almeida, a representante da Primeira Promotoria de Justiça, a promotora Ítala Suzana da Silva Carvalho Luz, a secretária municipal da Saúde, Angeli Matos e a secretária de Desenvolvimento da Agricultura Familiar, Damiana Duarte.

ASCOM - Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.