sexta-feira, 30 de agosto de 2019

SENHOR BONFIM SEDIOU CONFERÊNCIA TERRITORIAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE


A 3ª Conferência Territorial dos Direitos da Criança e do Adolescente – Território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru-TIPNI, aconteceu na manhã desta quinta-feira, 29, na Câmara dos Vereadores de Senhor do Bonfim. O evento é uma iniciativa da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social - SJDHDS e do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (CECA), com a participação dos nove municípios que compõem o Território.

“A união de todos traz a força que precisamos para elaboração de propostas que possibilitem a proteção integral para nossas crianças e adolescentes de Bonfim e de todos municípios do Território”, enfatizou Vera Magalhães, secretária de Assistência Social (Semas) e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O evento começou com a execução do hino nacional, seguido dos hinos da Bahia e do município, o nacional e do município foi cantado por alunos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos - SCFV de Tijuaçu e do Alto da Maravilha, além de uma apresentação do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes – NUCA, de Antônio Gonçalves.


Entre as pautas, a conferência discutiu a promoção e mobilização do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA); o protagonismo de crianças e adolescentes; os espaços de gestão e controle social das políticas públicas; o combate a violência e o trabalho infantil, além do fortalecimento do CMDCA.

O vice-prefeito, Zé Antônio, representou o prefeito Carlos Brasileiro, que estava cumprindo agenda institucional em Salvador. “Que possamos nos unir cada vez mais para construímos uma sociedade mais democrata, mais participativa e, acima de tudo, uma sociedade que atenda-os interesses de todos, especialmente das crianças e dos adolescentes”, ressaltou.

Dando voz como sujeito de direito e da própria história, o adolescente Messias Martins da Silva (14 anos), estudante da 8 ª série da Escola Batista Sião, foi um dos membros da mesa de abertura. “A importância desse evento é demonstrar que toda criança e adolescente tem direitos que devem ser garantidos e respeitados”, pontuou.

O momento contou com a presença de autoridades, secretários municipais, estudantes, e representantes de entidades da sociedade civil de promoção, defesa e controle de direitos de crianças e adolescentes. Entre os dias 6 e 8 de novembro acontecerá a X Conferência Estadual, o evento contará com representantes de cada um dos 27 territórios de identidade da Bahia. As conferências territoriais e estadual servirem como base para a nacional que acontecerá em Brasília.

ASCOM PMSB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.