19 de agosto de 2019

UNEB EXPÕE SOBRE PERDA DE AUTONOMIA EM AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DE VEREADORES DE SENHOR DO BONFIM


O Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB realizou ontem uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Senhor do Bonfim para discutir sobre o papel da UNEB no desenvolvimento do Territorial de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru (TIPNT). Estiveram presentes vereadores, servidores da UNEB e comunidade externa.

Na ocasião, o assessor de direção, Jairo Sá, apresentou sobre a situação da UNEB como um todo, expondo sobre a característica da multicampia, a interiorização dos departamentos da universidade, os cursos de graduação (presencial e EaD), pós-graduação, etc.. Diante a dimensão da UNEB e sua importância em diversas localidades, Sá ressaltou sobre a perda de autonomia da instituição que para realizar qualquer compra necessita da autorização da Secretaria da Administração do Governo do Estado da Bahia (SAEB), o que dificulta a realização das atividades fins da UNEB como pesquisa, ensino e extensão. "A UNEB precisa ter a sua autonomia respeitada, assim como está expresso na Constituição, no entanto, isso não acontece", declarou Sá.

A diretora do DEDC VII, Suzzana Alice Lima, expôs sobre as graduações, programas especiais e pós-graduação ofertados, os projetos de extensão universitária desenvolvidos em diversas áreas, as características e o perfil dos discentes e egressos do DEDC VII, as localidades que o Departamento atinge, colaborando com o desenvolvimento das cidades, dentre outros pontos. Suzzana frisou que "Precisamos nos fortalecer. A autonomia que desejamos é para podermos continuar mudando vidas no território, incluindo e dando oportunidades. Por isso, desejamos que todos conheçam o nosso trabalho, e que os vereadores, como nossos representantes, nos ajudem a cuidar do Campus VII".

O vice-presidente da Câmara, Andreilton Almeida, afirmou que será produzido um documento a partir das colaborações feitas e das intenções da UNEB. “Entendemos que a democracia só se consolida a partir da autonomia das pessoas e das instituições, a desburocratização dos processos é fundamental para a autonomia da UNEB”, ressaltou Almeida.

Já o vereador, Elizeu dos temperos, enfatizou “Essa audiência pública é mais importante do que muitas sessões extraordinárias, pois estamos tratando de uma instituição importante para o nosso município. Fico triste, porque em uma audiência tão importante como essa, muitos vereadores faltem”.

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.