terça-feira, 1 de janeiro de 2019

NOVA MESA DIRETORA DA CÂMARA DE VEREADORES TOMOU POSSE EM SENHOR DO BONFIM


O novo presidente da Câmara de Vereadores de Senhor do Bonfim, Cleiton Vieira tomou posse na manhã desta terça-feira (1). O parlamentar deve permanecer no comando do Legislativo Bonfinense até o fim de 2020. Ele substitui o vereador Reinaldo Santana, que ocupava o cargo desde 2017. Junto com Cleiton Vieira, também foi empossada a nova mesa diretora da Câmara. Andreilto Almeida ficou como vice-presidente; Eliseu Conceição, como 1º secretário; e Reinaldo José como 2º secretário.

A sessão solene foi aberta pelo vereador Reinaldo Santana, que fez um balanço das suas principais ações, a frente do legislativo bonfinense e logo em seguida deu posse para os novos membros da mesa diretora, que de imediato assumiu o comando dos trabalhos, fazendo a composição da mesa, composta pelos membros da mesa empossados, Andreilto Almeida, Eliseu Conceição e Reinaldo José; pelo representante do poder executivo municipal, Adilson Brasileiro; pelo pastor da Igreja Batista Nova Sião, Josemario João Silva; Pelo ex-deputado Paulo Braga; e pelos ex-vereadores Laércio Muniz, João dos Pebas e Socorro Pele.

POLICIAL: AÇÕES DO 6º BPM


6º BPM GARANTE A PAZ E A TRANQUILIDADE PÚBLICA

Nessa sexta-feira (28), por volta das 21h26, policiais da 1ª Companhia/Sede, após serem acionados pelo CICOM, a fim atenderem uma ocorrência de perturbação do sossego alheio, no Bairro Alto da Rainha, ao chegarem ao local, constataram a veracidade da informação, de pronto, os policiais fizeram contato com o responsável pelo estabelecimento comercial, orientando-o a reduzir o volume do som, a níveis recomendados pela legislação pertinente, sendo atendidos, contudo, ao deixarem o local, ocorreu uma nova solicitação, dando conta da continuidade do “som alto”, ao retornar ao local, a guarnição deparou-se com o responsável pelo estabelecimento e mais 04 (quatro) homens que jogavam sinuca, sendo que os homens estavam com tacos de sinuca nas mãos, questionando por que deveriam abaixar o som, diante da aglomeração de pessoas que vinha para cima dos policiais, foi necessário realizar o controle da multidão, com a utilização de técnicas de controle de tumulto, diante da situação foi necessário o apoio de outras guarnições para garantir e impedir que a ocorrência tomasse proporções indesejadas. Diante dos fatos, o responsável pelo estabelecimento comercial, juntamente, com o aparelho de som, foram apresentados à Depol, onde foram adotadas as medidas cabíveis.

6º BPM EVITA POSSÍVEL HOMICÍDIO

Por volta das 20h15, dessa sexta-feira (28), os policiais da 1ª Companhia/Sede, atenderam uma ocorrência, no Bairro do Alto da Maravilha, em função de uma mulher, de 23 anos, ameaçar o seu genitor, um homem, de 49 anos, armada com um paralelepípedo e uma faca, após abrir a força a porta do quarto do seu pai. Com a chegada dos policiais os ânimos foram acalmados. Diante dos fatos, autora e vítima foram apresentados na Depol, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

O ANO NOVO: CONVITE A UMA REFLEXÃO PARA SERMOS MELHORES E FAZERMOS UM MUNDO MELHOR

Edvan Cajuhy¹
O Ano Velho se vai, como tudo se vai. O Ano Velho se finda, como tudo se finda, O Ano Velho passa, como tudo passa. Exceto a graça de Deus. Esse pensamento é o que deveríamos ter. Termos a consciência de que tudo passa. Mas, tem pessoas que tem o costume de arrastarem tudo que poderia ter deixado para trás, para o presente.

O Ano Velho se vai. O ano que esta terminando foi muito difícil pra muita gente, foi um ano marcado por muitos acontecimentos ruins, no Brasil por uma eleição marcada pelo discurso do ódio, do rancor e da violência que acabou por revelar um lado ruim e maldoso de muita gente, uma disputa pelo poder pautada na discriminação e no racismo, na xenofobia, na homofobia e todos outros tipos de “fobia” existentes, vimos tudo isso aqui no Brasil.

Era de se espantar “adoradores” do Cristo que foi vitima do poder do Estado, pedindo a volta da ditadura, da tortura, da guerra civil. “Cristãos” sedentos de vingança confundido com justiça, tudo em nome de um deus, que até então não conhecia. Professores formados em história ou outra graduação dizer e afirmar que no Brasil não teve ditadura militar ou que “não foi assim” como dizem. Tudo isso pensando que todos terão acesso a passearem nos corredores do poder lá dentro dos palácios governamentais?

Não aprendemos muita coisa, não amadurecemos muito, nos comportamos como na Idade Medieval e  agora com personagens diferentes. Esse ano que se finda foi assim, crimes, corrupções, muitos criminosos presos, outros encobertos pela justiça dos homens, catástrofes naturais e sociais.