27 de abril de 2020

CAFÉ COM A PRIMME CONTABILIDADE – CORONAVÍRUS: MEDIDAS DO GOVERNO PARA AMENIZAR IMPACTOS NAS EMPRESAS (ARTIGO 03 DE 03)


Dando continuidade aos artigos que mencionam a respeito das medidas tomadas pelo governo, hoje trataremos medidas relacionadas aos créditos. O que passaremos aqui serão medidas anunciadas pelo próprio governo, porém a realidade é que percebemos uma dificuldade dos créditos chegarem, principalmente para os menores, mas acreditamos que todas as tentativas são válidascaso você empresário, precise de capital para continuidade do seu negócio.

Vamos às medidas, até a data 26/04/2020:

01 -Linha de crédito para folha de pagamentos:
- Para empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões
- O financiamento poderá ser pago em 36 meses, com carência de 6 meses e 30 parcelas, taxa de juros de 3,75% a.a
- Se contratar a empresa não poderá demitir sem justa causa por 60 dias

02 -R$ 5 Bilhões em recursos do FAT para expansão de crédito à produção:

- R$ 706 milhões para o Programa de Fomento às Micro, Pequenas, Médias e Grandes Empresas (FAT-Fomentar);

-R$ 100 milhões para o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO);

- R$ 2,350 bilhões para o Programa de Geração de Emprego e Renda para o Setor Urbano (Proger-Urbano);
- R$ 1,5 bilhão para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf);
- R$ 30 milhões para o programa de financiamento da aquisição de veículos de aluguel para transporte individual de passageiros (FAT-Taxista).

03 -Linhas de créditos em condições especiais

- Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fornecerão ajuda adicional para que as empresas possam atravessar a parte mais difícil do combate à pandemia;
- Na Caixa, R$ 5 bilhões para agronegócios, com foco em custeio e comercialização; R$ 3 bilhões para Santas Casas e hospitais conveniados ao SUS; R$ 40 bilhões para capital de giro (R$ 18 bilhões a R$ 20 bilhões somente para empresas de Comércio e Serviços) com carência de 60 dias e R$ 30 bilhões para compra de carteira de bancos;
- No Banco do Brasil, no Programa de Geração de Renda para o Setor Urbano (Proger), R$ 5 bilhões de recursos originários do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), sendo R$ 1,5 bilhão para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e R$ 3,5 bilhões para empresas com até R$ 10 milhões de faturamento;
- No BNDES, R$ 40 bilhões em créditos para folha de pagamento, R$ 5 bilhões para Micro e Pequenas Empresas, R$ 11 bilhões para operações indiretas e R$ 2 bilhões para saúde


04 – Capital de Giro BNB


- O Banco do Nordeste disponibiliza capital de giro para micro e pequenas empresas, com prazo de até 36 meses. O crédito contribui para que empresas elevem seus fluxos de caixa para enfrentar a retração ocasionada pela pandemia.
- Os recursos financiam aquisição de matérias-primas e insumos utilizados no processo produtivo por comércios, prestadoras de serviços, indústrias, agroindústrias e equipamentos turísticos. A garantia da operação pode ser aval, fiança ou hipoteca.


05 – Caixa e Sebrae: Capital de Giros com garantias a pequenos negócios.As garantias complementares serão concedidas pelo Sebrae por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe).
- As empresas poderão ter carência de até doze meses e prazos flexíveis para pagamento



Entre em contato conosco!

Segunda-feira nos encontraremos aqui novamente.  Até lá!

SEGUE NOSSOS PODCAST’s: Clica no Link: https://www.spreaker.com/show/3690680
Eu sou o seu contador!

Todos os textos são de autoria dos contadores da Primme CONTABILIDADE
Praça Juracy Magalhães, 290 – 1° andar (30m do Banco Bradesco) – Centro - Senhor do Bonfim/BA.
74 3541 0379
contatoprimmecontabilidade@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.