6 de julho de 2020

EDUCAÇÃO: DISCENTES DA UNEB COBRAM RETORNO DAS AULAS NO CAMPUS DE BONFIM


Saudações Netto Maravilha

Representamos parte dos alunos do 9° semestre de Enfermagem da UNEB de Senhor do Bonfim e vimos até você e a população expressar nossa preocupação a respeito do retorno as aulas.

“Após várias tentativas de colar grau e podermos trabalhar ajudando a população neste período tão difícil para todos nós, nossos pedidos foram burocratizados e negados.

Quando as aulas voltarem, o pouco que nos dizem é que os estágios não voltarão e o que nós alunos que precisamos desse último estágio faremos da vida? Pois só dependemos dele para nos formar. Perguntamos se a instituição tem um plano para isso, mas respostas não obtivemos. Por vezes dizem que precisamos esperar, mas nesse momento de espera nos deparamos com mais um problema: Como vamos nos manter na cidade? Pois quase todos os alunos da minha turma são de fora e precisam pagar aluguel, água, luz, internet, comprar mantimento e nossos pais, cônjuges, parentes que nos ajudaram até aqui perderem seus empregos, tiveram salários reduzidos e não poderão mais nos ajudar. Como faremos pra manter as casas que pagamos fechadas por tanto tempo? Já temos colegas precisando desalugar e se desfazer de mobílias e isso nos gera outro problema: será que esses mesmos colegas conseguirão voltar para concluir a faculdade?

Infelizmente os órgãos que estão acima de nós não nos dão resposta e o que nos cabe fazer é vir a você para se sensibilizar com nossa causa, pois temos esperança que só assim a UNEB irão dar uma resposta a nós e a população. Pois eles mesmos estão sempre nos vendo nas instituições de saúde e sabem que nós contribuímos para um melhor cuidado prestado a eles e é isso que queremos, nos formar e continuar cuidando.

O Bahia precisa de profissionais da saúde e as leis federais estão a favor da formação antecipada  durante o período de pandemia, já perdemos muitas oportunidades de empregos, concursos e residências. A saúde mental do universitário está em desespero pedimos uma resposta urgente, já são mais de quatro messes sem nenhuma decisão” diz o questionamento dos discente.

Em atenção a solicitação dos alunos nosso Repórter Netto Maravilha manteve contato com a Uneb, que em nota a diretora Suzana responde:

Senhor do Bonfim, 03 de julho de 2020
Prezado Jornalista Neto Maravilha,
Incialmente agradecemos por ter nos procurado para esclarecimentos sobre a Nota de parte dos representes discentes do 9° semestre de Enfermagem da UNEB de Senhor do Bonfim.

Prezando pelo diálogo constante, informamos que em todos os momentos de discussões sobre a solicitação dos discentes o seu representante teve espaço para participar com direito a voz nas discussões, mesmo que a análise do pleito suscitassem prioritariamente análises técnicas da proposta curricular do curso aprovada e autorizada pelo Conselho Estadual de Educação, e dos aspectos legais que orientam os encaminhamentos para as atividades de ensino da universidade durante o período pandêmico. Salientamos também que a representação discente dos Diretórios Acadêmicos (DAs) nos espaços deliberativos, a exemplo da Plenária do Conselho Departamental, com direito a voz e voto, conforme regulamentação do Regimento Geral da Universidade e participou da recente reunião que aprovou por unanimidade o parecer da Comissão Setorial de Estágio do curso de Enfermagem sobre a solicitação da turma de antecipar a colação de grau.

Com relação ao questionamento quanto às “tentativas de colar grau e podermos trabalhar”, informamos que existe uma Portaria do Ministério da Educação que respalda de modo excepcional a antecipação de colação de grau para o estudantes dos cursos de saúde que estivessem matriculados antes do início da pandemia e cursado 75% da carga horária para as atividades de estágio. Os discentes do curso de Enfermagem da UNEB/Campus VII concluíram 50% desta carga horária no semestre 2019.2 e, devido o momento da pandemia mundial, as aulas forma suspensas pelo Governo do Estado da Bahia em todas as instituições de ensino públicas e privadas. Motivo pelo qual ainda não foi possível iniciar o semestre 2020.1 no qual os alunos terão a oportunidade de cursar os outros 50% da carga horária do curso restante para sua conclusão. Vale ressaltar que os alunos do 9º período do Curso de Enfermagem da UNEB/Campus VII não atendem o critério que permite de modo excepcional a colação de grau para alunos que tenham cumprido 75% das Carga Horária de Estágio no semestre anterior a situação da pandemia, bem como ainda não há regulamentação para atividades mediadas por tecnologia no âmbito das Universidades Estaduais no cenário da Bahia para esse fim.

Com relação ao ponto “as aulas voltarem, o pouco que nos dizem é que os estágios não voltarão”. Cabe esclarecer que estamos vivendo um momento novo para todos, e que, desde a suspensão das suas atividades em 19 de março de 2020, a Universidade do Estado da Bahia vem discutido diariamente as melhores estratégias para o retorno das suas atividades, respaldada por documentos técnicos e científicos, assim como as demais Universidades de todo país. Portanto, não é uma demanda local e específica de um grupo de alunos. Essa realidade atinge estudantes de toda Universidade do Estado da Bahia, assim como de outras instituições. Além disso, não podemos perder de vista a situação delicada que estamos vivendo e o risco que representa, tanto para discentes quanto para docentes, no retorno das atividades práticas e de estágio, principalmente para estudantes nos serviços de saúde. Essa responsabilidade de proteger a categoria discente e os seus familiares para os riscos de contágio e as suas consequências que se delineiam na preservação de vidas recaem sobre a instituição.

Cabe também informar que a Pro reitoria de Assistência Estudantil (PRAES), vem trabalhando para dar assistência para discentes em situação de vulnerabilidade. São muitos estudantes que passam por dificuldades emergenciais e graves, desde que os estudantes solicitem esse auxílio e seja comprovada a necessidade. Mesmo no Campus VII esse auxílio tem sido recorrente por iniciativas de grupos de professores e professoras que vêm fazendo esse mapeamento internamente.

Ao dizer que “os órgãos que estão acima de nós não nos dão resposta”, cabe a reflexão se nesse momento de constantes incertezas, alguém tem uma resposta para a situação que estamos vivendo. A Reitoria da UNEB, junto com todos os integrantes da gestão central, comissões científicas criadas para esse fim e demais gestores departamentais, a exemplo da Direção do Campus VII, têm se esforçado e discutido cotidianamente as estratégias para o retorno das aulas, mas é do conhecimento de todos que não é uma questão simples, mas que exige cautela e responsabilidade, alinhadas, inclusive, com os respaldos legais no âmbito institucional e estadual, que suspenderam todas as atividades presenciais e, no caso da universidade, estão suspensas todas as atividades de ensino. Permanecem somente ativas as atividades de pesquisa e extensão.

Quanto ao ponto que diz que “as leis federais estão a favor da formação antecipada durante o período de pandemia”, cabe esclarecer que as leis federais são direcionadas aos Universidades Federais e privadas. As Universidades Estaduais são regulamentadas pelo Conselho Estadual de Educação, que também vem estudando possibilidade para tal regulamentação.

Por fim, deixamos claro que o espaço de diálogo sempre esteve presente entre o Colegiado de Enfermagem e a Direção do DEDC/07 com os discentes de Enfermagem, como de todos os demais cursos do Departamento. A Universidade do Estado da Bahia vem discutindo e buscando estratégias para lidar como o “novo normal” que está sendo instituído em nossas vidas de modo brusco, mas que não temos medido esforços para aprender a lidar com ele. Assim, informamos, que a demanda dos discentes está sendo acompanhada por esta direção e, no momento, em apreciação pela Pró-Reitoria de Graduação, para juntos buscarmos estratégias para solução das demandas acadêmicas para um problema que atinge a todos nós Unebianos e cidadãos brasileiros.

Att, Suzzana Alice Lima Almeida – Diretora do Campus VII/UNEB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.