27 de novembro de 2020

BAHIA DEVE VACINAR 3,5 MILHÕES DE ANIMAIS CONTRA A FEBRE AFTOSA ATÉ O FINAL DO MÊS DE NOVEMBRO




Após a vacinação, é necessário que produtores realizem declaração dos animais até dia 15 de dezembro.


A segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa na Bahia vai até o dia 30 de novembro. O estado possui um rebanho com mais de dez milhões de cabeças de gado e há 23 anos é considerado zona livre de febre aftosa. A expectativa é de que, após a vacinação do próximo ano, seja avaliada a possibilidade da retirada da vacina por conta da erradicação da doença em território baiano.


Segundo o diretor-geral da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Maurício Bacelar, a previsão é de que sejam vacinados 3,5 milhões de animais no estado. “Iremos vacinar todos os bovinos e bubalinos de 0 a 24 meses. Mais uma vez, a Adab, Secretaria de Agricultura e o Governo do Estado contam com a colaboração dos produtores para imunizar o rebanho. É importante destacar que a campanha só se encerra após a declaração de todo o rebanho e esse prazo vai até dia 15 de dezembro. A declaração pode ser feita presencialmente nos escritórios da Adab ou no em nosso site”, explicou.


A agência possui 384 escritórios espalhados pelos 27 territórios de identidade do estado. Além disso, a vacina de 2 ml poder ser comprada pelos produtores rurais em mais de mil pontos de revendas credenciados pela Adab. A avaliação para retirada da vacina dependerá da realização de auditorias e sorologia dos animais.


A agência também ressalta a necessidade de recadastramento dos produtores que pode ser feita também no momento da declaração dos animais. O recadastramento consiste atualização dos dados pessoais do produtor, bem como informações sobre a propriedade. Esta ação só pode ser realizada de forma presencial.


O secretário estadual de Agricultura, Lucas Costa, pontua a relevância da ação para o negócio agropecuário baiano. “Essa vacinação é fundamental para manter os mercados totalmente abertos para a Bahia. Agora vamos buscar a retirada da vacina, provavelmente em 2022. A vacinação ajuda demais já que todos os anos a Bahia vem atingindo todas as metas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura. Os produtores têm abraçado a causa e promovendo sanidade alimentar para a população e com isso atingindo mercados atrativos para o setor”.


A vacinação é voltada para os animais de 0 a 24 meses e, segundo a Adab, os bezerros mais jovens são os que melhor reagem e não apresentam reações significativas. Os produtores que não realizarem a vacinação pagarão multa no valor de R$ 53 por animal. Informações detalhadas sobre a vacinação contra a febre aftosa estão disponíveis no site da Adab.


Ascom - ADAB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.