21 de dezembro de 2020

SITUAÇÃO DA SAÚDE DE SENHOR DO BONFIM FOI TEMA DE DEBATE ENTRE OS FUTUROS GESTORES E OS PROFISSIONAIS DA ÁREA QUE ATUAM NO MUNICÍPIO




Na manhã deste domingo (20), o prefeito eleito Laércio Júnior e o vice-prefeito Elizeu Rios estiveram reunidos com diversos profissionais da área de saúde que atuam no município, entre eles médicos, enfermeiros e assistentes sociais. O encontro teve como pauta principal a situação atual da saúde pública em Senhor do Bonfim e sugestões para requalificação de estruturas, de sistema de gestão e valorização do trabalho dos profissionais de saúde. 


Laercio Junior abriu o encontro dizendo como seria a relação com esses profissionais. “A partir de janeiro não haverá mais essa historia de dificuldade de um médico, enfermeiro ou assistente social em dialogar com o prefeito. Gostaria muito de ouvir cada um de vocês e saber o porquê a saúde de Bonfim é motivo de tanta crítica. Eu e Elizeu iremos com frequência aos postos de saúde, hospital e UPA falar com os pacientes, ouvir a população para melhorar os atendimentos e serão vocês que me ajudarão nessa missão”, falou o futuro gestor. 


Em seguida foi solicitado aos presentes que relatassem os principais problemas enfrentados por eles no dia-dia na prestação de serviços de saúde do município. Muitos relatos chamaram atenção pela forma isolada de gestão e pela precariedade da estrutura de saúde a disposição da população. 


“Em Senhor do Bonfim temos excelentes profissionais, mas temos péssimas estruturas de saúde. Como já foi dito aqui no HDAM não é feita a manutenção de equipamentos como: central de ar-condicionado, de redes de oxigênio e ar comprimido. O carro de anestesia tem que ser ligado horas antes da cirurgia pra ele funcionar. Outro problema sério é a falta de integração entre os gestores do Hospital Regional, UPA, SAMU e UTI, ninguém se entende”, relatou um médico.


“O Hospital Regional parou no tempo. O instrumental cirúrgico utilizado por mim hoje, foi o mesmo que utilizei há 24 anos quando cheguei a Senhor do Bonfim. Varias cirurgias não acontecem por falta de material, medicamentos, insumos e pessoal de apoio. Os profissionais que trabalham no regional enfrentam uma sobrecarga desumana. Das quatro salas de cirurgia apenas duas funcionam. Pra se ter ideia do descaso, tem um foco cirúrgico na ante sala do centro cirúrgico há três anos encaixotado e sem uso”, desabafou outro profissional.


“Alguns profissionais que trabalham na UTI do Hospital Regional estão sem receber seus salários e plantões desde o mês de setembro”, pontuou outro médico.


“Nos falta força politica pra conseguir recursos para a saúde de Bonfim. Em Campo Formoso os deputados brigam pra ver quem traz mais recursos pra lá. Está se montando um tomógrafo no hospital municipal no valor de um milhão de reais. O problema é a UTI que infelizmente não funciona como deveria funcionar. Os profissionais que atuam lá deveria estar melhor treinados. A culpa não é deles e sim do estado que os colocou lá. Como é que se coloca um profissional na UTI que não sabe mexer em um respirador? Como você coloca um profissional na UTI que não sabe entubar um paciente? Isso precisa ser resolvido ”, questionou outro profissional.


“Eu não sei se o problema do Hospital Regional é falta de recursos ou falta de gestão ou os dois. Acabaram com a pediatria, a criança sai da UTI pediátrica e vai pra onde? vai pra casa? Não, teria que ir para a pediatria. Tem varias mulheres aguardando para fazer cirurgia de mioma, usando fralda devido a hemorragia que elas tem e não conseguem fazer a cirurgia. O hospital não tem sua própria gestão para aquisição de seus insumos. As compras hoje são feitas pela Secretaria de Saúde. A mesma licitação que fazem para comprar insumos pros PSF’s e UPA é a mesma pra emergência do hospital. Isso inviabiliza o trabalho a contento”, destacou outro profissional de medicina.


Em sua fala o vice-prefeito Elizeu Rios falou que espera contar com ajuda desses profissionais para reestruturar a saúde do município. “A nossa conversa hoje aqui é para pedir que vocês nos ajudem, ajudem Senhor do Bonfim. Tragam o problema, a crítica, mas também nos tragam sugestões para resolver o problema. Iremos ouvi-los, buscaremos recursos para dar condições de trabalho a vocês. Porque sabemos da qualidade de cada um e o trabalho de qualidade que podem prestar a população”, encerrou Elizeu Rios.


Entre os presentes estavam os médicos: Dr. Francisco Lustiago, Dr. Washington Sobreira, Dr. Juvenilcon Andrade, Dr. Otoniel Sandes, Dr. Silvio Matos, Dr. Amilton Soares, Dr. Bruno Guirra, Dr. Madson Oliveira, Dra. Geislane Alcântara Dra. Vanessa Lustiago, Dr. Maurício Cardoso, Dr. João Fernandes, Dr. Eurico Soares, Dr. Wilson Bahia, Dr. Damary Veiga, Dr. Ernani Junior e Dr. Danilo Queiroz, Dra. Deise Castro, Dr. Silvio Queiroz, Dra. Cláudia Mônica, Dr. Joede Alves, Dra. Vera Balduíno, Dr. Raelson Coelho, Dr. Ramon Araújo, Dr. Carlos Eduardo, Dr. Paulo Sérgio Nunes de Abreu, Dr. Gustavo Eduardo Teixeira, Dr. Luiz Cláudio, Dr. Jackson Rafael, Dr. Igor Farias, Dr. José Douglas e Dr. Marcos Carvalho, os enfermeiros: Cantídio Neto, Roberta Olímpio, Enf. Camila Coelho, Enf. Liz Bezerra, Sariza Carneiro, Iana Laís, Isabela Amorim, Rosane Belém, Alexandra Carvalho de Araújo, Andreia Conceição, Ceciliana Negreiros, Tatiane Pina, as assistentes sociais - Andrea Andrade e Josiene Silva, a bióloga Renata Mercês e o vereador eleito Helson de Carvalho e o ex-vereador Laércio Muniz.


Ascom -  Nova Gestão
André Bonfim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.