14 de janeiro de 2021

PREFEITURA DE JAGUARARI EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTO

 


 

Na edição de quarta-feira, do dia 13 de janeiro, do Jornal do Meio Dia, veiculado pela Rádio Liderança FM, a ouvinte identificada como Luciana, moradora da Vila Maria, no Distrito Pilar, reclamou de falta de atendimento médico ao procurar as unidades de saúde sediadas naquele distrito.

 

Antes de qualquer manifestação acerca do assunto, é necessário pontuar:

 

1-     O chamado “Espaço Cidadão”, suposto serviço de utilidade pública, criado pela equipe de produção do Jornal do Meio Dia, veiculado à época pela Rádio Jaguar FM, hoje Liderança FM, aberto à população para expor críticas e sugestões relacionadas ao interesse coletivo, que durante duas décadas foi intitulado por seus apresentadores como “a voz do povo”, repentinamente, ao longo da gestão psdebista foi tirado do ar, contradizendo o então prefeito eleito em 2016, que em sua primeira entrevista àquela emissora de rádio, garantiu aos microfones que o alardeado espaço prosseguiria durante o seu governo.

 

Subentende-se que, as duras críticas e até mesmo denúncias à sua contestada gestão, forçaram sua família, que legalmente responde pela rádio, na frustrada tentativa de evitar maiores desgastes ao governo de seu ente, precisou voltar atrás e tirar do ar um dos carros-chefe de seu principal programa da grade radiofônica.

 

 

2- Como que em um passe de mágica, agora, na gestão petista o Espaço Cidadão subitamente volta. O que claramente caracteriza o real interesse da emissora com o referido espaço: fazer politicagem.

 

Feitas as observações acima, com a já observada volta do Espaço Cidadão, na edição de quarta-feira (13), do Jornal do Meio Dia, a senhora Luciana, moradora da Vila Maria, em Pilar, reclamou de falta de atendimento nas unidades de saúde, localizadas naquele distrito.

 

Relatando ser paciente oncológica, a ouvinte Luciana também demonstrou preocupação com sua mãe, idosa, que estaria apresentando sintomas da Covid-19.   

 

A Prefeitura de Jaguarari, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, esclarece que:

 

1- As unidades de saúde funcionavam, até então, com pausa para o almoço. Observando a necessidade apontada pela moradora Luciana e a fim de evitar a interrupção na prestação do serviço, a secretária de Saúde, Raquel Bonfim, determinou cobertura de escala para que haja funcionamento em período integral.

 

2- Quanto à base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), interrompido no mês de dezembro pelo ex-prefeito, Everton Rocha, o atual prefeito Antônio Nascimento, entendendo a importância, retomará o serviço após a conclusão da reforma do imóvel onde está sediada a base.

 

3- Em relação ao Centro de Atendimento para Enfrentamento da Covid-19, sediada em Pilar, voltará a operar na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). No local serão feitos os testes para detecção ou não do Covid-19.

  

 

Assessoria de Comunicação Social

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.