5 de julho de 2021

DENÚNCIA DE SUPOSTA CORRUPÇÃO NA CÂMARA DE VEREADORES DE ITIÚBA GANHA PROPORÇÕES DE ESCÂNDALO ESTADUAL



(Senhor do Bonfim, Bahia, 05 de julho de 2021)

Por: Josemar Santana

Grave denúncia foi apresentada ao Ministério Público pela vereadora Vivia de Covas e outras pessoas contra o atual presidente da Câmara de Vereadores de Itiúba, Bahia, o “Marcelo do Ônibus”, consistente em realização de contratos de pessoal com valores considerados elevados para os serviços contratados.


Segundo a documentação apresentada na denúncia, pessoas foram contratadas com valores iniciais em torno de um salário mínimo nacional, desde janeiro deste ano e em maio tiveram esses contratos rescindidos, dando lugar a novos contratos com as mesmas pessoas, com valores duas, três e até mais vezes o valor do salário mínimo, com as mesmas pessoas, despertando a suspeita de prática de corrupção que estão sendo chamadas de “Caixa Dois” por algumas pessoas, ou esquema de “rachadinha”, assim entendida por outros populares que acompanham atentamente o caso.


“Marcelo do Ônibus” é o vereador que em janeiro de 2019 denunciou a então prefeita Cecilia Petrina por prática de supostos favorecimentos em contratos com proprietários de veículos para o transporte escolar, depois de ter rescindido contratos feitos anteriormente por um de seus auxiliares, exonerado após a descoberta de irregularidades nos contratos formalizados, rescisões que possibilitaram economia aos cofres municipais em torno de R$ 200 mil reais por mês, fato que tornou a denúncia feita pelo vereador “Marcelo do Ônibus” sem sustentação fática e legal para qualquer punição à prefeita Cecília.


“Marcelo do Ônibus”, seguindo orientação do então presidente da Câmara, em janeiro de 2019, alardeava que a sua denúncia atrairia a Polícia Federal à Prefeitura de Itiúba, o que até hoje não ocorreu, porque, além da denúncia ter apresentando sinais de inconsistência, o Município obteve economia substancial com os novos contratos, desmoralizando a fala de um advogado adversário de Cecília, que redigiu a frágil denúncia e a tentativa do então presidente da Câmara, o popular “Galego da Camandaroba”, também ferrenho adversário da então prefeita Cecília.


Segundo circula nos meios políticos da cidade, “Marcelo do Ônibus” modificou os contratos objeto da denúncia encabeçada pela vereadora “Vivia de Covas”, orientado por um ex-vereador, outro adversário ferrenho da ex-prefeita Cecília, empresário na cidade, bastante conhecido por suas investidas em contratos com o Poder Público de vários municípios, havendo, inclusive, investigações em curso pelo Ministério Público, para apurar supostas “maracutaias” em contratos municipais na região Norte da Bahia.


Com as evidências de supostas práticas de corrupção nos contratos apontados na denúncia formalizada pela vereadora “Vivia de Covas” e outros cidadãos do município de Itiúba, “Marcelo do Ônibus” sai da condição de “Falso Denunciante” contra a ex-prefeita Cecília, para a condição de ”Denunciado Verdadeiro”, despertando a perspectiva de receber a visita da Polícia Federal a qualquer momento na Câmara de Itiúba.


A denúncia contra “Marcelo do Ônibus” ganhou proporções de escândalo estadual e até o jornalismo da Rede Globo já recebeu material para o Quadro do Programa dominical “Fantástico”, intitulado “Cadê o dinheiro que estava aqui? ”


*Josemar Santana é jornalista e advogado, especializado em Direito Público, Direito Eleitoral, Direito Criminal, Procuradoria Jurídica, integrante do Escritório Santana Advocacia, com unidades em Senhor do Bonfim (Ba) e Salvador (Ba). Site: www.santanaadv.com / E-mail: josemarsantana@santanaadv.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.