16 de setembro de 2021

OPERAÇÃO PLAYBOY DA POLÍCIA CIVIL DE BONFIM PRENDE TRÊS ELEMENTOS E MUITA DROGA EM CASA DEFRONTE A COLÉGIO NO CENTRO DA CIDADE


Delegado Leonardo Virgílio chamou atenção da ousadia dos traficantes, em comercializarem drogas defronte a um colégio no cento da cidade.


A Polícia Civil da 19ª Coorpin na primeira operação do novo Coordenador Dr. Atílio Tércio e Dr. Leonardo Virgílio - Titular da 1ª DT/Bonfim  e investigadores lotados em Bonfim, executaram-na tarde desta quinta-feira, 16 de setembro de 2021, a “OPERAÇÃO PLAYBOY”, (nome que recebe em virtude dos status e área onde agiam os traficantes) e prendeu três elementos identificados pelos nomes de FÉLIX, EDUARDO E THIAGO, o trio estava em uma casa localizada à Rua Cônego Hugo, número 139, defronte a um colégio.

 

Em entrevista ao Repórter Netto Maravilha, o Coordenador Dr. Atílio Tércio, disse: “os elementos já vinham sendo investigado sujeitos que estavam usando uma residência de frente a escola Sacramentinas, para praticar o  tráfico de drogas nesta cidade e que realmente houve o trabalho de investigação continuo, o judiciário deferiu autorização de busca domiciliar no imóvel onde os traficantes residiam, hoje a tarde por volta das 16h30min, deflagramos a operação e conseguimos êxitos em capturar os criminosos e apreender uma grande quantidade de drogas, maconha e cocaína” disse o coordenador.


Segundo o Coordenador, o nome da operação se deu pelo seguinte motivo, “são sujeitos que tem conhecimento, formação, e conseguiram se estabelecer num lugar privilegiado, não são aquelas pessoas que normalmente moram em periferia, mas sim morando em lugar bom e convivendo no meio da sociedade, e se aproveitando para traficar drogas”, concluiu Dr. Atílio. 


Já o Delegado Titular da 1ª Delegacia, Dr. Leonardo Virgílio, disse que os elementos são da cidade de Saúde, e que estavam exercendo trabalhos na cidade de Senhor do Bonfim, inclusive com labor de câmeras e área de comunicação, “a investigação já perdurava acerca de 2 a 3 meses, onde nós já vínhamos monitorando toda movimentação desses indivíduos, e hoje logramos êxito com a deflagração da operação, o ponto muito estratégico, próximo à Praça Nova, e aquela outra praça que dá acesso ao colégio e a um restaurante, local de fácil acesso para usuários e para o comércio de drogas ilícitas", disse Dr. Virgílio.


Dentre as drogas apreendidas destaca-se a maconha Kush (Cannabis)

Kush é uma variação (strain) de Cannabis indica. As origens do Kush remetem a plantas do Afeganistão, o norte do Paquistão e noroeste da Índia.[1] As variações hindu de Kush foram levadas para os Estados Unidos ao final dos anos 1970, e continuam disponíveis até os dias de hoje.[2]

Suas flores tendem a ser bem robustas, sendo as plantas mais baixas e densas (em comparação com variações de Cannabis sativa), ideais para cultivo caseiro e em locais fechados. Os efeitos geralmente são similares aos da Cannabis indica e variações híbridas de Cannabis, contendo altas taxas de canabidiol (funciona como relaxante, sedativo, analgésico, anticonvulsivo, ansiolítico, antipsicótico, anti-inflamatório, etc.) (Wikipédia, a enciclopédia livre).


Material apreendido





11.400 kg de maconha (dolões, tablete, embalagens pequenas e grandes)

1 kg de cocaína

228 g de maconha Kush

02 balanças digitais

Balanças de precisão

Maquineta de cartão

01 rolode plástico filme


O trio irá responder por tráfico de drogas e associação ao tráfico.


Blog do Netto Maravilha 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.