8 de novembro de 2021

APÓS DESABAMENTO DO TELHADO, ESCOLA “REFORMADA” NA GESTÃO PASSADA, AGORA FICA SEM O MURO



Quando uma prefeitura anuncia que irá reformar algum imóvel seja ele um posto de saúde ou escola, a noticia é comemorada pela população. Porém, quando a mesma prefeitura faz uma “reforma” de forma irresponsável desse imóvel as consequências podem ser graves. No final do ano de 2020, a gestão passada concluiu a reforma da Escola Municipal Professora Maria Eula Xavier.


Porem no mês de janeiro deste ano, a escola que havia passado pelo processo de reforma que contemplou até mesmo a quadra poliesportiva viu seu telhado ir parar no chão. Por sorte devido a pandemia as atividades estavam sendo realizadas de forma remota tanto por professores como pelos alunos. Na tarde deste sábado (06), mais uma surpresa, o muro que cerca a escola caiu também. Moradores chegaram a cogitar que o motivo da queda do muro fosse resultado das chuvas que caem no município desde o início da semana, porém o muro não aparentava qualquer avaria que resultasse na queda da estrutura.


Em contato com o prefeito de Laércio Junior o mesmo informou que a reforma anunciada pela antiga gestão não passou de uma “maquiagem”. “Quando assumimos, vimos que algumas dessas reformas não passaram de pinturas nas áreas internas e externas. Com a pandemia as aulas foram suspensas e as aulas passaram a acontecer pela internet ou através de atividades remostas. Se os alunos estivessem frequentando as escolas poderia ter acontecido uma tragédia. Entregamos duas escolas totalmente reformadas, uma em Missão do Sahy e outra em Várzea do Mulato. Estamos realizando uma verdadeira reforma e faremos o possível para entregar todas as 60 escolas municipais totalmente reformadas no início do próximo período letivo”, concluiu o gestor.


ASCOM - PMSB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

analytics