7 de dezembro de 2021

DIRETOR DE CULTURA DA GESTÃO DE ANTÔNIO NASCIMENTO COAGE SERVIDORES E TENTA COAGIR RADIALISTA DURANTE ENTREVISTA



Mais uma vez a gestão do prefeito de Jaguarari Antônio Nascimento do PT está em volta em polemica. Desta vez por um áudio vazado de um grupo de Watshapp em que o Diretor do Departamento de Cultura Esporte e Lazer - Leandro Silva, coage cerca de 71 servidores lotados no setor a comparecerem de forma compulsória a uma reunião nesta segunda-feira (06), sob ameaça de perda do dia de trabalho e saída do setor onde está lotado já partir do dia 01 de janeiro.


Um fato que chama atenção no áudio é que na convocação, Leandro pede que os servidores suspendam suas aulas e comuniquem os pais e alunos que será devido a reunião. Mas porque esse encontro não poderia acontecer em um sábado ou domingo? Porque prejudicar ainda mais os alunos que já perderam tanto nesses quase dois anos em virtude da pandemia? Porque somente agora no final do ano essa urgência em fazer tal planejamento?


Como se já não bastasse o exemplo claro de assédio moral contra os servidores, o Diretor do Departamento de Cultura Esporte e Lazer - Leandro Silva promoveu uma verdadeira baixaria durante a sua participação no Programa Jornal do Meio Dia na Rádio Liderança, onde exerceu o seu direito de resposta. Aos gritos tentou intimidar o radialista Walterley Kuhyn, com questionamentos sobre a gestão passada e inclusive dizendo que não aceitaria ser criticado pelo comunicador pelo fato dele não ser natural do município de Jaguarari. Vale ressaltar que o Diretor do Departamento de Cultura já havia dado o mesmo show durante sua participação no programa jornalístico da rádio comunitária do município.

A que ponto chegou a covardia das pessoas que gerem o município de Jaguarari para com os seus servidores. Desde o início, o governo vem perseguindo e maltratando servidores. Quem não lembra dos motoristas da saúde concursados que quase foram demitidos? E os professores que tiveram diversos direitos negados? E a omissão do prefeito em sentar e negociar a recomposição salarial com os servidores, sendo que na região são os únicos que ainda seguem sem a reposição inflacionária em seus salários. Até quando Jaguarari seguirá sem rumo?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

analytics