23 de março de 2022

FAMÍLIA EXTERMINADA PELO CRIME: HOMEM MORTO A TIROS EM JACOBINA TEVE MÃE, IRMÃ, IRMÃO E PADRASTO ASSASSINADOS



Um homem identificado como Clériston Barbosa foi morto a tiros no final da tarde desta terça-feira (22/3), na Rua 6 do conjunto habitacional Novo Amanhecer, em Jacobina. Ele é a quinta pessoa da mesma família assassinada no período de três anos.


O Jacobina Notícias apurou, com base em reportagens anteriores, que mãe dele, a irmã, o irmão e o padrasto foram todos mortos a tiros. Segundo relatos de populares, Clériston estava em frente à residência quando homens desconhecidos se aproximaram e abriram fogo. Ele foi atingido várias vezes na cabeça e morreu no local, sobre o passeio.



De acordo com informações da polícia, há a suspeita de que todos tinham envolvimento com atos ilícitos na cidade, sobretudo o tráfico de drogas. A cronologia dos acontecimentos você pode conferir abaixo, em resumos de reportagens publicadas pelo Jacobina Notícias.


Padrasto


Lucivanio Silva de Souza, 44 anos, o 'Belo Zói', padrasto de Clériston, foi morto a tiros em abril de 2019 (matéria aqui). Seu corpo foi encontrado às margens da BR-324, entre os distritos de Novo Paraíso e Junco, no município de Jacobina. Ele tinha diversas passagens pela polícia, inclusive por homicídio e tráfico de drogas.


Mãe


A mãe de Clériston, identificada como Aline Barbosa da Silva, foi morta a tiros em agosto de 2019, quatro meses depois do padrasto, em frente à casa onde morava na Rua Lagoinha (lembre aqui). Aline tinha passagens pela delegacia por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas.


Irmã


Menos de um ano depois, em junho de 2020, a irmã de Clériston e filha de Aline, identificada como Camila Barbosa de Souza, de 17 anos, foi assassinada a tiros próximo à residência onde a mãe havia sido morta, na Rua Lagoinha (leia aqui). Camila estava na rua quando foi alvejada várias vezes.


Irmão


Antônio Marcos Barbosa de Souza, 17 anos, que era irmão de Clériston e Camila, e filho de Aline, foi encontrado morto no dia 31 de março de 2021, às margens da rodovia BR-324, próximo à Cachoeira do Aníbal. Pessoas faziam caminhada quando se depararam com o corpo dele com marcas de tiros (relembre).


Peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizaram o levantamento no Novo Amanhecer e recolheram o corpo de Clériston para o Instituto Médico Legal (IML). As autorias e motivações dos homicídios são desconhecidas.


Jacobina Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

analytics