11 de julho de 2022

NEOENERGIA COELBA E POLÍCIA CIVIL FLAGRAM "GATO DE ENERGIA" EM UNIDADE DE REDE DE FAST FOOD

 



A Neoenergia Coelba e a Polícia Civil desativaram, na noite de sábado (09), uma ligação clandestina em um estabelecimento de uma rede internacional de fast food no bairro de Itapuã, em Salvador. A unidade foi mapeada pela distribuidora após operação de combate ao furto de energia realizada em todo estado, que tinha como foco estabelecimentos comerciais do ramo alimentício. Mais outras sete unidades da mesma rede de fast food foram flagradas com fraudes de energia elétrica em cinco municípios baianos. 

 

Participaram da ação deste sábado (09) 14 técnicos e eletricistas da distribuidora, além de profissionais da Polícia Civil e da Polícia Técnica. Essa foi a última etapa de uma operação que a Neoenergia Coelba iniciou no último mês, e que contou com equipes em todo estado. Em inspeções realizadas em Salvador, Porto Seguro, Itabuna, Teixeira de Freitas e Lauro de Freitas, sete outras unidades da mesma rede de fast food foram flagradas com desvios de energia.  As irregularidades – que foram desativadas, eram utilizadas para o fornecimento de energia dos estabelecimentos, sem a medição do consumo. Na operação foram recuperados 450 mil quilowatt-hora (kWh) de energia, o suficiente para abastecer mais de quatro mil residências durante um mês.


"É importante ressaltar que as operações de combate ao furto de energia têm um importante retorno ao nosso estado. Isso porque o valor da energia que foi desviada é recuperado através da cobrança dos clientes flagrados, o que permite que seja realizada a arrecadação de impostos Estaduais e Federais que são revertidos para sociedade", afirma o gerente do Departamento de Gestão da Receita da Neoenergia Coelba, Rodrigo Almeida.   

 

Os alvos desta operação foram mapeados após análise do centro de inteligência da Neoenergia Coelba e de fiscalizações em campo. Para identificar as unidades como possíveis consumidoras irregulares, a distribuidora utiliza softwares associados a sensores inteligentes que controlam o fluxo de energia elétrica na rede de distribuição, auxiliando as ações de investigação em campo. Esses sistemas permitem uma maior assertividade das operações de combate ao furto de energia.

  

Crime e denúncias 


A distribuidora reforça que os “gatos” representam riscos para a segurança de quem os realiza e da população. Além disso, o furto de energia prejudica o fornecimento de energia da região, podendo causar graves problemas para a rede elétrica e ocasionar a interrupção do abastecimento.  

 

O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de até a oito anos de reclusão pela prática ilegal. Por isso é importante a denúncia de fraudes e furtos de energia. O apoio da comunidade é essencial para identificar os desvios e acionar a distribuidora. As denúncias são feitas de forma anônima através do telefone 116 ou pelo site da Neoenergia Coelba (www.neoenergiacoelba.com.br) na parte de Serviços, na aba Denúncia de Irregularidade.


Ascom - Coelba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

analytics