Acusado de ter matado jovem no primeiro dia do carnaval de Juazeiro, era o alvo dos disparos que mataram folião na madrugada de hoje (29) no circuito da festa



Um homem que não teve o nome divulgado, com mandado de prisão em aberto por homicídio, era o alvo dos disparos de arma de fogo que acabaram matando Rafael Lima, 37 anos, na madrugada desta segunda-feira (29), durante o último dia do carnaval antecipado do município de Juazeiro, no Norte da Bahia.


Ao Portal Preto no Branco, a Polícia Civil detalhou que o autor dos disparos pretendia matar o homem acusado de ter assassinado o jovem Anderson Éden Andrade, de 22 anos, na quinta-feira (24), primeiro dia da festa momesca, no início do Circuito Ivete Sangalo. Porém, além do alvo, os disparos acabaram atingindo outras três pessoas, entre elas Rafael.


Após ser socorrido, o homem foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia. As outras duas pessoas atingidas também foram socorridas, mas o estado de saúde das mesmas ainda não foi divulgado.


O autor dos disparos que matou Rafael ainda não foi localizado. A Polícia Civil está investigando o caso.


Bala perdida


Rafael estava no carnaval com a esposa e o filho, e ao se afastar para comprar uma bebida, foi atingido por uma bala perdida. Ele chegou a ser socorrido para um hospital da região, mas não resistiu.


Rafael trabalhava na Concessionária Pau Brasil Motos, de Juazeiro. A empresa lamentou a morte do funcionário: “Ao tempo que lamentamos com pesar o falecimento de Rafael Souza Lima, nosso colaborador, rogamos a Deus o conforto a familiares e amigos nesse momento de dor e solidariedade”.


Rafael era natural do município de Senhor do Bonfim, onde será realizado o velório na tarde de hoje, conforme informaram familiares.


PNB

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE