Ministério Público recebe denúncia contra prefeito de Pindobaçu por suposta prática de assédio sexual



O Ministério Público da Bahia recebeu e está investigando a denúncia contra o prefeito de Pindobaçu David Menezes (PSD), por suposta prática do crime de assédio sexual contra uma ex servidora municipal. De acordo com a denúncia, as investidas do gestor teriam iniciado quando a mesma iniciou a prestar a seus serviços a prefeitura.

Segundo o relato da denunciante, após ingressar na gestão municipal passou a receber “recadinhos” trazidos por secretários de confiança do gestor, porém pela necessidade do trabalho ignorava as investidas. No entanto as investidas se intensificaram e a mesma passou a sofrer repreensões como mostra o trecho abaixo:

“A medida que a parte autora ia ignorando tais condutas, o acusado criava pretextos para a repreender profissionalmente, sendo que em muitas dessas ocasiões, a autora sequer entendia o motivo da reclamação. Afirmava que toda aquela situação ruim do ambiente de trabalho poderia ser resolvida, e que bastava a autora “querer”.

Em outro trecho a denunciante relata que o prefeito supostamente teria enviado mensagens solicitando a presença dela, sob o pretexto de tratar de assuntos profissionais, inclusive determinado que os encontros aconteceriam fora das instalações da sede da Prefeitura.

Já em 2023, a denunciante, passou a fazer um curso de radiologia. Para adquirir experiência prática, solicitou ao Secretário de Saúde um estágio do setor de radiologia do hospital local. O mencionado Secretário autorizou a realização do estágio, porém, quando chegou ao conhecimento do Prefeito, ele a impediu de ingressar nas dependências do hospital municipal.

Já em janeiro de 2024, o Prefeito esteve no setor onde a autora da denúncia exercia o estágio, e segundo ela, nessa ocasião o gestor a puxou pela cintura, tendo ela se afastado, quando o gestor supostamente teria passado a mão e sua bunda e a convidando a fazer sexo ali mesmo, tendo a denunciante se afastado e o repreendido. Porém segundo ela o acusado insistiu dizendo mais uma vez: bora que eu lhe ajeito aqui. Com mais uma negativa, a autora relata que o gestor ao sair disse: seu mal é esse.

Segundo a denúncia o prefeito David Menezes teria supostamente assediado outras mulheres, valendo-se de seu cargo, tal como descreve o art. 216-A do CP.

Abaixo andamento da denúncia:


Minuto Bahia 24h


*Em contato com a assessoria de comunicação do prefeito, fomos informados que o mesmo teria dito que foi surpreendido com a notícia e que irá se pronunciar após ouvir seu jurídico, porém adiantou que essa situação seria uma ação política para tentar macular seu nome* Blog do Netto Maravilha

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE